Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portfólio de Psicologia

Portfólio de Psicologia

Emoções

27.03.22, Francisca Cardoso

As emoções são reações psicofisiológicas que representam formas de adaptação a certos estímulos do indivíduo quando percebe um objeto, uma pessoa, um lugar, um acontecimento ou uma recordação importante. São aquilo que sentimos quando percebemos algo ou alguém.

São universais e comuns a todas as culturas. As suas manifestações também têm padrões de comportamento semelhantes em todos os indivíduos.

Pode-se dizer que as emoções têm 3 funções principais:

1-Função adaptadora: prepara o organismo para a ação sendo esta uma das mais importantes Graças a esta capacidade podemos atuar eficazmente.
2-Função social: expressam o nosso estado de ânimo e facilitam a interação social para que se possa prever o comportamento. Além da expressão oral ganha muita importância a comunicação não verbal que se reflete, muitas vezes, inconscientemente.
3-Função motivadora: existe uma relação entre motivação e emoção, retroalimentando-se ambas. Qualquer comportamento motivado para algo. Por exemplo, se no sentirmos alegres quando estamos uma pessoa, estaremos mais motivados para voltar a estar com ela.

img_83908-175.jpg

Perspetiva/teorias das emoções

Segundo Charles Darwin
-Darwin procurou traços comuns na expressão de emoções em vários povos, e identificou seis emoções primárias ou universais: a alegria, a tristeza, a surpresa, a cólera, o desgosto e o medo;
-Considerou que as emoções têm um papel adaptativo fundamental na história da espécie humana, sendo determinante para a sua capacidade de sobrevivência.

Segundo Ekman
-Mais tarde Ekman investigou tentando procurar uma tese que defendo que povos diferentes teriam emoções diferentes;
-Confirmou a tese de Darwin: há emoções que são universais, independentes do processo de aprendizagem e da cultura em que se manifesta;
-Não nega a influência da cultura nas emoções, na medida em que há regras que controlam a sua expressão. Porem, existe um património comum ao nível das emoções e da sua expressão.
Perspectiva Fisiológica
-Defendida por Willians James, que considerava que as emoções resultariam da consciência das mudanças orgânicas provocadas por determinados estímulos;
-As emoções resultam das percepções do estado do corpo, das mudanças orgânicas provocadas por estímulos.
- O estado de consciência de emoções como a cólera, a alegria, a raiva, resume-se à consciência de manifestações fisiológicas
Perspectiva Cognitivista
-Afirmam que os processos cognitivos, como as percepções, recordações e aprendizagens, são fundamentais para se perceberem as emoções;
-A forma como representamos uma dada situação, como a avaliamos é que desencadeia ou não determinada emoção;
Perspectiva Culturalista
- As emoções são processos aprendidos no processo de socialização;
- Consideram que as emoções são uma construção social, que tem que ser aprendidas;
- As diferentes sociedades e culturas definem o tipo de emoções que se podem manifestar e como as manifestar;
- A sua forma de expressão varia de cultura para cultura, dependendo assim do espaço e do tempo;
- Nega a existência de emoções universais: à diversidade cultural corresponde uma diversidade de emoções e das respectivas expressões.