Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portfólio de Psicologia

Portfólio de Psicologia

Aprendizagem por Modelação ou observação

27.03.22, Francisca Cardoso

A aprendizagem por observação foi estudada por Albert Bandura (1925-1998), que desenvolveu várias experiências para fundamentar a sua teoria.

Segundo Bandura, a aprendizagem social ocorre pela observação dos comportamentos daqueles com quem convivemos (pais, amigos, professores). Bandura designa por modelação ou modelagem o processo de aprendizagem social feito com base na observação e imitação sociais.

É observando e imitando que as crianças aprendem a falar e a brincar, como por exemplo às casinhas ou aos polícias e ladrões. O adolescente aprende com os outros a gostar da roupa que quer comprar e ganha hábitos de fumar ou ir à discoteca. Também o adulto imita os outros nas roupas que escolhe, na preferência por determinadas marcas de automóvel, no tipo de férias que escolhe e na forma como educa os filhos.

A ideia-chave das percepções de Bandura é que as pessoas podem aprender tão bem directamente como indirectamente.

Por exemplo: um empregado que ganha um prémio pelo seu desempenho profissional está a ser reforçado pelo seu comportamento positivo e tenderá a mantê-lo no futuro (aprendizagem por reforço directo). Os colegas de trabalho tenderão a proceder como ele porque viram que o bom desempenho é apreciado (aprendizagem por reforço indirecto). Isto significa que aprender com o que acontece aos outros é uma via de aprendizagem de grande número de comportamentos, atitudes e sentimentos sociais.

Ver a imagem de origem

Ver a imagem de origem

Factores que influenciam a aprendizagem por observação:

. A proximidade com o modelo;

. O peso afectivo do modelo;

. A pertença de género e da idade (é mais frequente a imitação de modelos entre pessoas do mesmo género e com idades próximas);

. Estatuto dos modelos;

. A atenção.